Quinta-feira, 9 de fevereiro de 2023
Balneário Camboriú

Itajaí segue crescendo e se torna a 28ª economia do Brasil

A força da economia e do povo itajaiense deu mais uma prova de sua vitalidade, mesmo sob impacto da pandemia de Covid-19. O Município subiu seis posições no ranking nacional do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 e tornou-se a 28ª maior economia do Brasil. Itajaí também foi a quinta cidade do país e a primeira de Santa Catarina que mais cresceu no período, com acréscimo de 0,4 pontos percentuais. Ao todo, o Município gerou R$ 33.084.145.000,00 em riquezas, o que representa quase R$5 bilhões a mais do que em 2019.

Os dados do PIB de 2020 foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última sexta-feira (16). Além do crescimento significativo no ranking geral, Itajaí se manteve como a segunda maior economia de Santa Catarina, atrás apenas de Joinville. A diferença na geração de riquezas entre as duas cidades diminuiu em relação a 2019 e foi de R$ 3,3 bilhões.

“Os dados do PIB mostram que, mesmo sob forte impacto do primeiro ano da pandemia, trabalhamos muito, cuidando das pessoas e dos trabalhos, tanto que nossa economia seguiu forte e foi a quinta que mais cresceu em todo país. Acredito que a diversificação da economia de Itajaí também é um fator que impulsiona a geração de riquezas, temos o Porto, a pesca, a construção naval, a crescente construção civil e o turismo. Tudo isso se reflete em uma melhor qualidade de vida para os itajaienses”, destaca o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Os dados do PIB per capita de Itajaí também cresceram 15% em 2020 na comparação com o ano anterior. A cidade gerou R$ 148.284,92 por habitante e foi a segunda colocada no ranking estadual, atrás de Piratuba. O cálculo do PIB per capita dos municípios utiliza a população residente estimada em 1º de julho de 2020.

A expectativa é de mais crescimento nos próximos anos. O Município tem previstos mais de R$ 1,5 bilhão em investimentos para novas obras de infraestrutura, que deve impulsionar ainda mais a economia, a geração de empregos e a qualidade de vida da população.

“É extremamente importante pra nós, num período de muitas mudanças, nos mantermos em constante evolução no ranking do PIB e chegarmos a posto de 28ª maior cidade do Brasil. Devemos nos orgulhar muito também dessa quinta colocação em crescimento nacional, é algo que temos percebido no nosso dia a dia e que acreditamos que vai seguir refletindo ao longo dos anos”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itajaí, Thiago Morastoni.