Quarta-feira, 7 de dezembro de 2022
Balneário Camboriú

Livro patrocinado pela LIC de Balneário Camboriú é um dos cinco finalistas do Prêmio Jabuti

O livro “Mesma Nova História”, patrocinado pela Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú (LIC), é um dos cinco finalistas do 64º Prêmio Jabuti, na categoria “Infantil”. O anúncio dos cinco finalistas de cada categoria foi feito nesta terça-feira (8), pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), organizadora do Prêmio Jabuti.

Escrito pelos educadores Everson Bertucci e Mafuane Oliveira, com ilustrações de Juão Vaz, “Mesma Nova História” aborda a relação cotidiana de um menino (que só pensa em jogos eletrônicos) com a avó (a qual está perdendo a memória).

O Jabuti é referência entre os prêmios literários do país e recebeu, nesta edição, 4.290 inscrições. Os dez finalistas de cada categoria foram divulgados em 25 de outubro. A próxima e última etapa, dia 24 de novembro, será a de divulgação dos vencedores no Theatro Municipal de São Paulo. O local foi escolhido para comemorar o centenário da Semana de Arte Moderna, que ocorreu em fevereiro de 1922 nesse teatro. A cerimônia do Prêmio Jabuti 2022 é fechada para convidados, mas o público poderá assistir ao evento pelo canal da CBL no Youtube. Neste ano, a entrega do Jabuti volta a ser presencial.

“O Jabuti é uma celebração da riqueza literária do Brasil. O prêmio é também a coroação de 12 meses de trabalho incessante da CBL em favor do livro e de tudo o que ele representa para a cultura de um país”, comemora o presidente da CBL, Vitor Tavares.

Lançado em agosto de 2021, “Mesma Nova História” recebeu um reconhecimento anterior. Em junho de 2022, entrou na lista dos 30 Melhores Livros Infantis do Ano, da Revista Crescer. Os autores também foram contemplados no edital “Minha Biblioteca”, da Prefeitura de São Paulo, que adquiriu 1.138 exemplares. Recentemente, a Prefeitura de Belo Horizonte adotou o livro em seu Kit Literário para 2023.

Em Balneário Camboriú, “Mesma Nova História” teve mil exemplares distribuídos gratuitamente via LIC. O livro está disponível na Biblioteca Municipal Machado de Assis, no SESC, na Comunidade Quilombo Morro do Boi e nas escolas de Balneário Camboriú.

Obra aborda a perda de memória

De acordo com Everson Bertucci, a obra não é baseada em uma história real, mas inspirada em alguns aspectos da vida da avó de Mafuane Oliveira. No entanto, a parte da perda da memória é ficcional. Apesar da doença de Alzheimer não ser citada pelo livro, os leitores acabam relacionando-a à perda de memória da personagem idosa, conforme Mafuane. A autora ressalta que a mensagem geral do livro é a valorização da ancestralidade, dos mais velhos, e também dos mais novos, abrangendo as duas pontas da vida.

O livro pode ser adquirido pelo site da editora Peirópolis (www.editorapeiropolis.com.br ) e em outros sites de venda.

Sobre a LIC

A Lei de Incentivo à Cultura de Balneário Camboriú (LIC) existe há nove anos e objetiva democratizar a aplicação de recursos públicos na área da cultura, além de fomentar a produção, a circulação, a formação, a preservação e a difusão de projetos artístico-culturais no município. Anualmente, a Fundação Cultural de Balneário Camboriú lança um edital abrindo inscrições para a LIC.

Sobre o Prêmio Jabuti

Criado em 1958, o Jabuti é referência entre os prêmios literários do país e patrimônio cultural brasileiro. Organizado pela Câmara Brasileira do Livro, o prêmio reconhece e divulga a literatura, as artes e as ciências feitas no Brasil, com a valorização de cada um dos elos que formam a cadeia do livro.