Terça-feira, 29 de novembro de 2022
Balneário Camboriú

Professores de Balneário Camboriú criam associação para educadores

Professores da rede municipal, estadual e também das escolas particulares de Balneário Camboriú, agora vão ter um ponto de acolhimento em comum. Desde o início deste mês de outubro, uma assciação foi criada para reunir profisionais da educação, sejam eles professores e especialistas ativos ou inativos.
mesmo sendo um desejo antigo, a ideia de fundar a APROBC – Associação dos Professores e Especialistas de Balneário Camboriú, surgiu a partir de uma sessão sessão na Câmara de Vereadores que beneficiou ações da Associação da Guarda Municipal. A partir daí, surgiu a chance de criar um grupo para discutir a educação entre educadores. Hoje, 24 professores e especialistas fazem parte do conselho fundador. A Associação foi oficialmente instalada no início deste mês, em cerimônia realizada na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
“Hoje em Balneário Camboriú somos cerca de 2 mil profissionais da educação, a educação em si é muito ampla, todos temos necessidades específicas e diferentes. Precisávamos de um lugar para sermos acolhidos. A sociedade muda com o tempo e nós mudamos muito rápido. Depois da questão da Pandemia, é preciso se adaptar a novas realidades e a escola também tem essa necessidade de mudança recorrente pra poder atender essa demanda social. Sentimos isso enquanto professores, que todos os dias nós temos desafios e estamos sendo desafiados também. A gente precisa responder esses desafios com coerência, com estudo, com trabalho, e também ter um suporte” , comenta Leda Maria Simon, que é educadora infantil e faz parte do conselho deliberativo.
Além desse lugar de escuta, para ouvir e ser ouvido, a intenção é unir a categoria, seja para trocar ideias, informação e ainda lutar por mais valorização.
“Sentimos que precisávamos nos reunir num espaço organizado, enquanto profissionais precisamos nos unir, como vamos lutar pelo que é importante se a gente não consegue nem falar sobre isso? a gente não tem com quem falar. então, a associação é um ouvido de uma certa forma daquela pessoa que precisa ser entendidae que outros órgãos que ainda estão trabalhado pelo bem, não estão conseguindo fazer isso”, complementa Leda.
Para construir este espaço de acolhimento tanto para os educadores, quanto para a sociedade, a APROBC ressalta que não veio para competir com outros órgãos, e sim para otimizar as demandas da categoria.
“Antes, cada cada um procurava o Sindicato, de forma individual e as pautas acabavam se perdendo entre as demandas. Assim, a gente consegue fazer um trabalho coletivo e já chegar com as demandas prontas. Esse é o nosso objetivo, ser mais um braço, um exemplo pra ajudar e agregar no trabalho de todos”, destaca Simone Almeida, pedagoga e 1ª secretária da APROBC.
Representantes da Associalção estiveram nesta segunda, 17, participando do programa Muito Mais para divulgar a causa e buscar parcerias com outras entidades.