Segunda-feira, 3 de outubro de 2022
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú terá Programa de Combate à Obesidade

A Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social lançou no dia 22 de agosto o projeto-piloto do “Perder para Ganhar”, programa social de combate à obesidade, que inicialmente está auxiliando e incentivando funcionários da prefeitura.

A obesidade é um acúmulo de doenças que não afeta somente a estética. Além dos padrões impostos pela sociedade em relação ao corpo do outro, as pessoas que sofrem desse mal são obrigadas a lidar com diversas doenças crônicas não transmissíveis que geralmente são agravadas em razão do sobrepeso.

Segundo relatório baseado em dados da OMS, mais da metade dos brasileiros estão acima do peso, enquanto 20% da população é de obesos que precisam de um tratamento multidisciplinar com profissionais especializados como nutricionistas, psicólogos, educadores físicos, médicos, entre outros.

Para o início do programa foram convidados funcionários que estão com sobrepeso ou obesos. Esses, ao longo do programa, receberão atendimento de 11 profissionais especializados na área de nutrição, psicologia, psiquiatria, medicina geral, entre outros.

Inicialmente foram preparados treinos de musculação, circuito, caminhadas, ciclismo, funcional entre diversas outras atividades que auxiliam no processo de combate à obesidade.

Entre uma das atividades, está a constelação familiar, que segundo Dirla Sgrott, a consteladora voluntária, esta é uma metodologia que clarifica e busca questões do inconsciente para o consciente no intuito de resolvê-las. Segundo ela, são trabalhados os traumas, as crenças, padrões de comportamento, culturais, religiosos e a ancestralidade da pessoa, pois essas questões mal resolvidas, que hoje não servem mais, se tornam um bloqueio na vida da pessoa.

Um dos participantes do “Perder para ganhar”, Luciano Reis de 51 anos, contou que após um exame médico de rotina, descobriu que está com os triglicerídeos alterados e foi isso que o motivou a participar do programa. Segundo o participante é incrível a diferença que já percebeu em si mesmo, mesmo sem se pesar, já notou muita diferença em medidas e sensação de saúde e bem estar.

Segundo José Henrique de Souza Pinto, o Perder para Ganhar representa uma mudança de vida e uma oportunidade de cuidar de seu maior patrimônio: a sua saúde, pois agora que se tornou pai da Analu quer ter mais disposição para ver sua filha crescer e se desenvolver.

Outra funcionária pública da Educação, Karla Alessandra dos Santos, relatou que ela e o marido estão juntos no processo de emagrecimento e o que a motiva é o sonho de ser mãe e a obesidade acaba sendo um impeditivo.

A criação do “Perder para ganhar” surgiu com a intenção de salvar vidas por meio da reeducação alimentar, nova proposta de vida saudável, postura física e estrutura cerebral. A Secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barichello, diz que o objetivo é que os participantes fiquem em uma imersão profunda para que a postura diante da comida e da vida deles mude.

A próxima etapa do programa “Perder para ganhar” é o confinamento dos participantes. Do dia 12 até o dia 16 de setembro os membros do programa ficarão em uma casa em uma praia, recebendo todo atendimento necessário e planejado para auxiliá-los no retorno a suas casas e com isso manterem o foco na reeducação alimentar e realização de atividades físicas e novos hábitos.

Para 2023 este programa será ampliado para toda a população de Balneário Camboriú interessada, visando a melhoria da saúde física e mental das famílias.