Segunda-feira, 3 de outubro de 2022
Balneário Camboriú

NAI inicia atendimentos do Ambulatório da Dor Crônica

O Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI) iniciou o projeto Ambulatório da Dor Crônica, que reúne idosos e profissionais da saúde para atividades, rodas de conversa e encaminhamentos relacionados às dores dos pacientes. Nesta semana, ocorreu o primeiro dos dez encontros do programa, que ainda está em fase piloto e atende dez pacientes do Núcleo.

Os idosos atendidos podem contar com as orientações de profissionais de fonoaudiologia, fisioterapia, assistência social e medicina. Esses encontros são presenciais e ocorrem uma vez na semana (nas quartas-feiras) com o objetivo de abordar os assuntos relacionados às dores crônicas, para que os pacientes saibam lidar melhor com o problema que enfrentam.

“Tenho dor no joelho e nos ombros. Já estou fazendo atividades físicas e espero que, com esses encontros, eu tenha uma qualidade de vida melhor e possa continuar passeando com o meu cachorrinho sem problemas”, diz uma das pacientes, Aparecida Ferreira, de 72 anos.

Durante cada encontro, as profissionais falam sobre a importância da alimentação, qualidade de sono, atividade física e saúde mental pra o enfrentamento da dor. Ao final dos atendimentos, o quadro clínico de cada paciente é avaliado e há a possibilidade de encaminhamentos para outras atividades, como as oficinas da Secretaria da Pessoa Idosa (SPI).

“Para a seleção, foram feitos encontros de avaliação com pacientes que costumam voltar para as consultas com as mesmas queixas de dor. Um questionário é feito para conhecer melhor o quadro clínico e emocional deles. Esse trabalho vem sendo desenvolvido há meses pelas nossas profissionais do NAI”, diz a coordenadora do Núcleo, Ana Carolina Cavalli.

O atendimento funciona com o foco nas dores crônicas mais comuns, como dores musculares e fibromialgia. Em cada encontro, um tema diferente é abordado, iniciando com roda de conversa e seguindo para atividades físicas e meditação. O objetivo do NAI é que, após o período piloto do projeto, mais idosos possam ser beneficiados em futuras edições.