Terça-feira, 18 de janeiro de 2022
Balneário Camboriú

Após alta de síndrome respiratória Balneário Camboriú estende horário de atendimento

Foto: TVC Panorama

Quem foi aos postos de saúde de Balneário Camboriú em busca por atendimento nos primeiros dias do ano, precisou enfrentar filas. Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram a superlotação de pacientes que aguardavam para serem atendidos no PA da Barra, inclusive com pessoas sentadas no chão do lado de fora da unidade.

PA da Barra com pacientes aguardando do lado de fora. Foto: Redes Sociais.
PA da Barra com pacientes aguardando do lado de fora. Foto: Redes Sociais.

Na UPA de Balneário Camboriú o cenário é o mesmo. Diversos pacientes aguardando espalhados pelo lado de fora a espera da consulta que pode durar horas. Infelizmente esse é o retrato de muitas unidades de saúde da região após registrados diversos casos de síndrome respiratória aguda. De acordo com os números da Unimed Litoral, só nesta segunda-feira, 8 a cada 10 pacientes procuraram o hospital com sintomas respiratórios.

Hospital da Unimed na manhã desta terça-feira, 04. Foto: Redes Sociais.
Hospital da Unimed na manhã desta terça-feira, 04. Foto: Redes Sociais

Em Itajaí, mesmo com a ampliação da UPA do Centro Integrado de Saúde, a unidade de atendimento também ficou lotada. A assessoria da prefeitura tentou amenizar a situação dizendo que a alta demanda é normal nesta época do ano. Na capital Florianópolis imagens semelhantes de superlotação também foram registradas.

Em reunião nesta terça-feira (04), o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, determinou horário estendido até às 22h nas unidades de saúde dos bairros das Nações, Municípios e Barra para ampliação de atendimento a pacientes com sintomas respiratórios.

Porém, mesmo com a maior procura da testagem contra coronavírus observada nos últimos dias, não houve até agora acréscimo significativo no número de novos casos em Balneário Camboriú, sendo que nesta segunda-feira (03), foram registrados dez novos casos. A UTI do Centro Municipal de Tratamento de Coronavírus apontou, também nesta segunda-feira, ocupação de 30% dos 20 leitos disponíveis.

A Secretaria de Saúde Itajaí também ampliará os consultórios médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro Integrado de Saúde (CIS), no bairro São Vicente. Além do aumento no número de médicos na UPA CIS, haverá ampliação nas equipes de enfermagem, triagem e também na equipe de apoio.

A Secretaria de Saúde reforça o pedido à população para que em casos de sintomas respiratórios leves, o paciente busque atendimento na unidade de saúde de referência do bairro. Em casos mais graves o usuário deve ir até uma das UPAs 24h que seguem com atendimento ininterrupto.

É gripe ou Covid?

Os sintomas mais comuns de ambos os vírus são febre alta e dores na garganta. Porém, o infectologista Dr. Martoni Silva explica como identificar os tipos de doenças. “A influenza age mais agressiva a nível de sintomas, com febre aguda alta, dor muscular intensa, muita tosse e dor de garganta logo nos primeiros dois dias. Já a ômicron, que é uma variante um pouco mais leve, tem um nível menor de comprometimento respiratório”, ressalta. O indicado é que o paciente procure avaliação médica adequada logo no início dos sintomas.