Sexta-feira, 2 de dezembro de 2022
Balneário Camboriú

Paciente de Camboriú registra contaminação autóctone pela variante brasileira do Coronavírus

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, confirmou, na tarde desta quinta-feira, 04, a identificação de dois casos autóctones (transmissão dentro do estado) da variante brasileira do Coronavírus, conhecida como P1, em Santa Catarina.

Os pacientes são dois homens, de 39 e 68 anos. Um deles é morador de Camboriú e outro de Joinville. 

Os casos foram confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) no dia 02 de março. Em seguida,  as amostras foram encaminhadas para a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), no Rio de Janeiro, que realizou o sequenciamento genético das amostras e confirmou a presença da variante.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica, as investigações conduzidas pelas equipes de vigilância em saúde das Secretarias Municipais de Joinville e de Camboriú apontam que os dois casos  não tinham registro de viagens para outras áreas do país com transmissão comunitária reconhecida da variante P.1 nos últimos 30 dias, o que caracteriza a transmissão comunitária dentro do estado.

Além desses dois pacientes, outras três pessoas também podem ter se infectado de forma autóctone em Santa Catarina. Os casos seguem em investigação.