Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Governo do Estado define novas restrições para combater o avanço da covid-19

Em reunião com os prefeitos das maiores cidades de Santa Catarina, o Governador Carlos Moisés definiu novas restrições para combater o avanço da Covid-19 no estado. Representantes do Ministério Público e da ALESC também participaram do encontro virtual.

As principais medidas anunciadas foram a proibição da abertura de baladas e realização de shows e o fechamento de atividades não essenciais entre a meia noite e às 6h. O transporte coletivo deve funcionar com metade da ocupação máxima, e as atividades de lazer com até 25% da capacidade total. As regras valem para 15 dias. A expectativa é de que o decreto que regulamenta essas medidas seja publicado amanhã.

O governador também anunciou o recrutamento de 500 policiais militares que atuarão na fiscalização das atividades que estejam descumprindo as regras de segurança sanitária. O Governo do Estado também dispõe de R$600 milhões para a ativação de novos leitos de UTI e R$300 milhões para a compra de vacinas contra a Covid-19.

Nos últimos dias, a Secretaria de Estado da Saúde ativou 110 novos leitos de terapia intensiva em hospitais das regiões norte, oeste e da grande Florianópolis. Também foram abertos 165 leitos clínicos de retaguarda.

EM CRISE

Nesta segunda-feira, 22, o Estado de Santa Catarina atingiu o maior índice de internações por covid-19 desde o início da pandemia. 829 pessoas estavam internadas nas UTIS de unidades públicas e privadas do estado, totalizando 92,2% de ocupação nos leitos públicos para adultos. Em Balneário Camboriú, há apenas três vagas disponíveis. O estado também registrou a menor taxa de isolamento social desde 11 de março do ano passado: 29%.