Foto: Volnei Morastoni

MP pede cassação da chapa Volnei Morastoni por caixa 2

O Ministério Público de Santa Catarina pediu à justiça cassação do prefeito Volnei Morastoni e do vice, Marcelo Sodré, por suspeita de caixa dois na campanha eleitoral. A denúncia também pede por novas eleições em Itajaí.

A ação foi enviada à justiça no final da tarde de ontem. Segundo as investigações, Morastoni arrecadou mais de quatro milhões de reais, que não foram declarados à Justiça Eleitoral na prestação de contas. A irregularidade foi identificada após interceptações telefônicas do secretário da fazenda, Érico Laurentino, que faziam parte das investigações da operação cidade limpa.

Além dos contatos telefônicos de Laurentino, as investigações acompanharam ainda reuniões presenciais com representantes de empresas que mantêm contratos com a prefeitura de Itajaí. Para o Ministério Público, esses encontros serviam para abastecer o caixa 2. Além das doações, o documento do MP indica que houve pagamentos feitos pela campanha em dinheiro vivo.

Em nota, a defesa de Volnei Morastoni, diz que o prefeito recebe a notícia com tranquilidade e classifica que a petição do MP se pauta em suposições sem respaldo concreto. O texto afirma ainda que Volnei já demonstrou a regularidade dos recursos com a aprovação das contas de campanha.