Local é alvo de um impasse entre a prefeitura de Camboriú e a FUCAM.

Moradores da Várzea do Ranchinho sofrem com falta de infraestrutura

Os moradores do bairro Várzea do Ranchinho, que fica às margens da BR 101, em Camboriú, enfrentam um problema grave, que já se estende por cerca de 3 décadas: a falta de planejamento e infraestrutura. O local tem poucas ruas asfaltadas, casas construídas de forma irregular e falta de acesso a serviços básicos, como energia elétrica.

O bairro foi fundado, em 1981. Na época, o loteador se preocupou em dividir os terrenos e mapear o local, sem a instalação de energia, sistema de esgoto ou mesmo a pavimentação das ruas. Porém, desde 1980, a legislação brasileira prevê que esses serviços devem ser oferecidos pelo fundador do bairro e não pelas prefeituras. A administração de Camboriú baseia-se nesta tese e pede que o loteador providencie esses serviços. Este, entretanto, está morto.

Outro grave problema é que parte do bairro está sobre uma APP (Área de Preservação Permanente). Com isso, a prefeitura nega-se em instalar recursos no local, já que os mesmos seriam irregulares. A partir disso, a própria população busca soluções, mas estas não são concluídas por conta de um impasse com a FUCAM.

Logo, o local encontra-se totalmente abandonado, sem as mínimas condições de habitação. O caso foi relatado no Pan News desta sexta-feira. Entenda:

PAN NEWS | 19.06.2020

Luiz Turati traz as principais notícias de Balneário Camboriú e região. Confira! PAN NEWSSegunda à sexta, às 12h20*Canal 11 – TV Aberta*Canal 6 – NET*Canal 15 – CCS*Canal 43.3 – CCS

Posted by Tv Litoral Panorama on Friday, June 19, 2020

A Prefeitura de Camboriú não retornou as ligações da equipe da TV Litoral Panorama. Além disso, de acordo com a assessoria do prefeito Élcio Rogério, a prefeitura não pode resolver os problemas da comunidade em um “passe de mágica”.

O Pan News é exibido de segunda a sexta, às 12h15, na TV Litoral Panorama.